Comissão questiona uso de área perto de terreno contaminado da INB Destaque

"Frange afirmou que, segundo os estudos realizados na época, a contaminação do terreno não compromete a saúde de transeuntes, porém há riscos para pessoas que permanecem longos períodos no local, como ocorreria com pacientes e funcionários da AACD".
Nota da Antpen: Imagina para trabalhadores que ficaram expostos durante 12 horas diárias e por longos anos à radiação da INB?

 

A Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente pediu, através de requerimento aprovado nesta quarta-feira, esclarecimentos a respeito da doação de um terreno em Jurubatuba, Zona Sul de São Paulo, para a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). A área em questão é vizinha ao local em que estão materiais radioativos sob responsabilidade da antiga Nuclemon, atual INB (Indústrias Nucleares do Brasil).

Os membros da comissão se mostraram preocupados com a instalação de um equipamento de uso coletivo na região. “Temos laudos técnicos que mostram que em um raio de 10 quilômetros do terreno da INB é preciso ter muito cuidado a cada intervenção”, disse Paulo Frange (PTB), presidente do colegiado e vice-presidente da CPI que, em 2009, investigou a situação do local.

Frange afirmou que, segundo os estudos realizados na época, a contaminação do terreno não compromete a saúde de transeuntes, porém há riscos para pessoas que permanecem longos períodos no local, como ocorreria com pacientes e funcionários da AACD.

Além do requerimento que pede esclarecimentos sobre a doação do terreno ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e ao secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, a comissão também foi favorável a cobrar da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) os laudos que possibilitaram o uso da área pela AACD.

IBAMA

O Ibama enviou à Câmara Municipal o relatório de sua última vistoria à antiga sede da Nuclemon, segundo o qual é perigosa a situação dos rejeitos nucleares armazenados no local. O órgão afirmou ainda que os riscos de distribuição do material radioativo por conta de chuvas e alagamentos tornam necessária sua remoção imediata.

Segundo o vereador Natalini (PV), presidente da Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente, o posicionamento do Ibama vai ao encontro do que o colegiado constatou com a visita que realizou no local, em abril deste ano. "Queremos que a empresa retire da cidade o material e leve, como disse o Ibama, para um local apropriado”, disse.

Natalini afirmou ainda que, recentemente, a Cetesb deu prazo de 60 dias para que todo o material radioativo fosse removido da cidade de São Paulo, o que até agora não ocorreu.

Atualmente, cerca de 80 toneladas de terra contaminada com urânio e tório estão no terreno da INB. O material tem sido depositado em galpões, porém até agora não há informações sobre para onde será levado.

(31/08/2011 - 15h52)

Fonte: Câmara Municipal de São Paulo

Veja a matéria no SECOVI:

Ler 161 vezes

Imagens ANTPEN

Para Site da Antpen

WhatsApp Image 2017 11 07 at 15.33.21

Memorial das vítimas

vitimas fatais novo 01

side bar tania

Especial Energia Nuclear

Reportagem produzida em 24/04/2006

Conecte-se conosco

WhatsApp Image 2017 11 07 at 15.33.07 1

WhatsApp Image 2017 11 07 at 15.33.06

WhatsApp Image 2017 11 07 at 15.33.11

 

Veja todos os nosso vídeos

veja os videos

 

antpen logo 2

A Associação Nacional dos Trabalhadores da Produção de Energia Nuclear (ANTPEN) é uma associação formada por trabalhadores, ex-funcionários e parentes afetados pela contaminação por radiação. Com o objetivo de propor ações judiciais em favor de seus associados, pela ratificação da convenção 115 juntamente com artigo 12 e conscientizar à população em geral, trabalhadores e a opinião pública sobre os riscos da radiação e seus efeitos nocivos.

ANTPEN - Associação Nacional dos Trabalhadores da Produção de Energia Nuclear
Rua Ada Negri, 127 - Santo Amaro - SP
CEP: 04755-000
Telefone: (11) 5831-4162

Novidades

logo sindicatobla branco logo novo logo diesat rodapeblababla branco logo abrea1 branco zeropoint logo 1 branco mpt logo novo